Warning: session_start(): Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /htdocs/public/www/includes/defines.php:1) in /htdocs/public/www/libraries/joomla/session/session.php on line 532 Warning: session_start(): Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /htdocs/public/www/includes/defines.php:1) in /htdocs/public/www/libraries/joomla/session/session.php on line 532 Regional
Get Adobe Flash player

Condolências

miranda

Os Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros prestaram hoje a sua homenagem ao bombeiro de 1ª António Nuno Ferreira falecido na madrugada de domingo, na sequência dos ferimentos sofridos durante o combate ao incêndio em Cicouro, concelho de Miranda do Douro.

 

No quartel dos BVMC, por volta das 13h20, as Equipas de Combate a Incêndios Florestais formaram de frente aos veículos de combate a incêndios da corporação e fizeram-se soar as sirenes em sinal de homenagem ao camarada António Nuno Ferreira.

 

Ao Camarada António Nuno Ferreira

Descansa em PAZ

 

Dois bombeiros de Miranda do Douro em estado "muito grave"

 Actualizada a 04-Ago-2013

Dois bombeiros de Miranda do Douro, feridos num incêndio de quinta-feira, estão no Hospital da Prelada, no Porto, em estado "muito grave" e com prognóstico "muito reservado", informou hoje o diretor da Unidade de Queimados.

 

Dois bombeiros de Miranda do Douro em estado muito grave

Com queimaduras entre os 70 e 90% no corpo, os dois bombeiros estão ligados ao ventilador devido a "complicações respiratórias", disse.

As próximas horas e dias são, na opinião do responsável, "muito importantes".

Um dos homens, com 45 anos, deu entrada no Hospital da Prelada, no Porto, cerca das 03:00, depois de ter sido transferido do Hospital de São João, apresentando "80 a 90%" do corpo queimado.

Também transferido às 05:00 para a Prelada, o bombeiro de 25 anos tem "70 a 80%" da superfície corporal queimada.

No Hospital de São João, explicou o clínico, os bombeiros fizeram uma fasciotomia para "descompressão das queimaduras", mas a "gravidade" do caso obrigou à transferência.

A acompanhar a evolução do estado de saúde dos dois homens estão, na unidade hospitalar, membros da corporação e familiares.

Os dois bombeiros ficaram feridos na quinta-feira, num incêndio em Miranda do Douro, dado como dominado às 19:51, que provocou ferimentos ligeiros a mais três elementos da corporação.

Os bombeiros foram surpreendidos numa mudança brusca de vento e ficaram encurralados no meio do fogo, entre Cicouro e São Martinho de Angeira, junto à fronteira com Espanha, contou à agência Lusa o comandante Luís Martins.

As chamas destruíram também o veículo do dispositivo de combate a incêndios onde os bombeiros se deslocavam.

Força @[100001142148198:2048:Daniel Falcão Falcão], @[1386433074:2048:Antonio Nuno Ferreira] e resto dos companheiros feridos! Estamos todos com vocês! ;)

Fonte:http://www.noticiasaominuto.com/pais/95502/dois-bombeiros-de-miranda-do-douro-em-estado-muito-grave

 

 

O bombeiro de 25 anos internado desde sexta-feira no Hospital da Prelada, no Porto, com "70 a 80%" da superfície corporal afetada, mantém uma "situação clínica grave" e um prognóstico com "muitas reservas", avançou hoje fonte daquela unidade.

Em conferência de imprensa, o diretor do serviço da unidade de queimados do Hospital da Prelada, Manuel Maia, precisou que Daniel Falcão, da corporação de bombeiros de Miranda do Douro, tem "queimaduras de 3.º grau em 70 a 80% da superfície corporal, continua com assistência de ventilação mecânica e apresenta uma disfunção multiorgânica em tratamento, conforme a situação clínica vai aparecendo".

"Portanto, uma situação clínica grave, cujo prognóstico mantém muitas reservas", acrescentou.

Sem querer estabelecer comparações com o colega de 45 anos, António Nuno Ferreira, que faleceu esta madrugada em situação de "falência multiorgânica", Manuel Maia disse apenas que o estado do jovem bombeiro "é uma situação clínica grave em qualquer parte do mundo".

Segundo salientou, mais de que a idade da vítima, para o prognóstico "é relevante é a magnitude da queimadura, que é muito extensa".

Relativamente ao bombeiro Vítor Ribeiro, de 32 anos, que foi transferido do Hospital de Bragança para a Prelada umas horas depois dos outros dois colegas, o clínico disse apresentar queimaduras do 2.º grau da face e membros superiores, mas estar "perfeitamente estável, com respiração espontânea e um prognóstico bastante favorável".

Conforme explicou à Lusa, a sua transferência para a Prelada foi ditada por "critérios internacionais de internamento", que aconselham a transferência destes doentes para unidades específicas no tratamento de queimaduras.

No que respeita ao falecimento de António Nuno Ferreira, ocorrido pelas 00:35 de hoje, Manuel Maia disse ter resultado de uma "falência multiorgânica, como acontece nos casos de queimaduras mais extensas".

"A manifestação sistémica da magnitude das suas queimaduras [que afetavam mais de 90% do corpo] é que o vitimou", disse.

Aproveitando presença do comandante dos bombeiros e do presidente da Câmara de Miranda do Douro, o diretor de comunicação do Hospital da Prelada apresentou as condolências pelo falecimento "à família, amigos e bombeiros em geral".

Os três bombeiros da corporação de Miranda do Douro ficaram feridos na quinta-feira, num incêndio naquela região, dado como dominado às 19:51, que provocou ferimentos ligeiros a mais três elementos da corporação.

Estes membros da corporação foram surpreendidos numa mudança brusca de vento e ficaram encurralados no meio do fogo, entre Cicouro e São Martinho de Angeira, junto à fronteira com Espanha, contou à agência Lusa o comandante Luís Martins.

As chamas destruíram também o veículo do dispositivo de combate a incêndios onde os bombeiros se deslocavam.

PD (FYP/SYF) // PGF

Noticia em actualização

CDOS de Bragança tem novo comandante

João Afonso é o novo comandante distrital da Protecção Civil de Bragança.

Está em funções desde quarta-feira depois de ter sido nomeado para o cargo pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.

João Afonso, que era até agora o comandante dos bombeiros voluntários de Vimioso, considera que esta nomeação é um reconhecimento do seu trabalho.

“Recebi esta nomeação com satisfação e como um sinal do reconhecimento do trabalho que vinha desenvolvendo”, afirma, acrescentando que vai encarar este novo desafio “com esperança e a ajuda de todos os agentes de protecção civil para desenvolver acções em prol da população”.

João Afonso assume funções em plena Fase Bravo.

Com o Verão à porta o novo comandante perspectiva uma época complicada.

“Foi um ano chuvoso e dadas as características do nosso distrito esta será uma época difícil”, refere.

Para já Guilherme Mamede mantém-se como segundo comandante na Protecção Civil Distrital.

Com a saída de João Afonso dos bombeiros de Vimioso, esta corporação está agora a ser liderada interinamente pelo adjunto de comando até que a Associação Humanitária nomeie um novo comandante.

Escrito por Brigantia

Pesquisar

Portal do Bombeiro

Visitantes

Hoje40
Ontem54
Semana40
Mês1231
Total171021

O seu IP é: 54.198.246.116 Esta a utilizar Unknown - Unknown 20-11-2017

Quem está online
Guests : 45 guests online Members : No members online